O que é ETF de ESG

Conheça fundos de índice focados em ações de empresas que cumprem os critérios ESG (Environmental, Social e Governance), a sigla em inglês que define os negócios sustentáveis e é cada vez mais uma premissa de grandes investidores.

O que é ETF?

Pra começar, é importante entender o que é são ETFs. A gente tem um artigo completinho sobre isso. São fundos que replicam índices de mercado.

O que é ESG?

A sigla se refere a Environmental, Social e Governance, traduzida como Ambiental, Social e de Governança. É um tripé que estabelece práticas sustentáveis realizadas pelas empresas, em relação ao meio ambiente, a iniciativas sociais e também às dinâmicas internas das empresas, no âmbito corporativo e de recursos humanos. 

Nesse sentido, as práticas ESG passaram a definir o destino dos recursos de grandes investidores já há algum tempo.

Em tempos de COP26, a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, que começou domingo e vai até 12 de novembro, resolvemos trazer a você um olhar para ETF de ESG.

Investimento em ETF de ESG

Garimpamos duas fontes de análises relevantes do mercado norte-americano sobre investimentos em ações e títulos relacionados a ESG.

MSCI ESG Research LLC 

Avalia mais de 11.800 emissores de ações e títulos, e cria pontuações e métricas ESG para cerca de 24 mil ETFs e fundos mútuos.

No site ETF.com você confere todo o portfólio analisado pela MSCI, podendo encontrar as diferentes categorias de cada empresa em relação aos critérios ESG. Ali, estão listados os ETFs negociados na bolsa americana com a classificação ESG mais alta.

Atualmente, são 50 ETFs ESG negociados nas bolsas dos Estados Unidos. O total de ativos sob gestão chega a US$ 111,74 bilhões. Eles se dividem em duas classes de ativos: renda fixa e capital próprio.

TipRanks 

Embarcando na COP26, a plataforma elencou as 5 ações relacionadas a "energia verde" mais promissoras para o quarto trimestre de 2021. Energia verde é um termo que define as fontes de energia renováveis e sustentáveis, como energia eólica, energia solar e energia de hidrogênio. Elas são as principais alternativas aos combustíveis fósseis, que - já sabemos bem - estão destruindo o planeta.

A TipRanks destaca que algumas ações de energia renovável tiveram "crescimento impressionante" em 2020 e seguem atraindo os interesses de especialistas do mercado financeiro norte-americano.

Conheça as 5 ações (aqui, apresentamos a análise de forma resumida):

Plug Power ($PLUG)

Fabrica sistemas de células de combustível que usam hidrogênio e substituem baterias convencionais, de veículos e de equipamentos. As ações da empresa aumentaram quase 150% no ano passado.

Sunrun ($RUN)

Fornece painéis solares residenciais e baterias domésticas. No ano passado, as ações da empresa tiveram aumento de 6,46%. E, no último trimestre reportado, receberam investimentos de seis fundos de hedge

Enphase Energy ($ENPH)

Fabrica software e soluções de energia solar doméstica. Nos últimos 12 meses, as ações da empresa deram retornos de mais de 120%. 

SolarEdge ($SEDG)

Fabrica um sistema inversor otimizado para energia solar. As ações da companhia subiram mais de 30% nos últimos 12 meses. E recentemente, seis gestores de hedge funds abriram posições ou aumentaram suas participações na SolarEdge.

Ormat Technologies ($ORA)

Fornece tecnologia para o setor de energia geotérmica. Já construiu mais de 190 usinas. O desempenho de suas ações ficou em menos de 1%, mas, como aponta a TipRanks, a meta do preço médio de 12 meses da ação está em torno de 13%, com base em uma avaliação dos preços nos últimos três meses.

Outras ações relacionadas ao setor de "economia verde" ou economia de baixo carbono são de empresas que produzem motores elétricos. Não são ações relacionadas diretamente a ESG. Incluímos aqui no contexto de negócios que trabalham com inovação para redução da poluição:

-

DISCLAIMER: Importante lembrar que em qualquer investimento denominado em moeda estrangeira, as mudanças nas taxas de câmbio podem ter um efeito adverso no valor, no preço ou na receita de dividendos desse investimento. Mesmo que a diversificação possa ajudar a diluir o risco, ela não garante lucros ou proteção contra perdas. Há sempre a possibilidade de perder dinheiro quando você investe em qualquer produto financeiro. Por isso, considere cuidadosamente seus objetivos e riscos antes de optar por qualquer investimento.