Carro elétrico: agora, sim, engrenou!

A arrancada aconteceu há muito tempo. Mas agora a corrida acelerou. E o mercado está injetando fortes investimentos em várias empresas.

Carro elétrico
Solo EV, já com reservas abertas, é uma das promessas do mercado. Leia mais abaixo. Fotos: ElectraMeccanica/Divulgação

Não tem mais pra onde correr. Já danificamos o mundo mais do que o limite alertado há 3 décadas. O relatório recente da ONU sobre o clima não poderia ter sido mais direto: caminhamos para o caos climático, há danos irreversíveis, e precisamos correr contra o tempo para minimizar tudo isso. E contra o trânsito. 

E quem é parte fundamental nessa corrida? Um velho conhecido. 

Veículos elétricos pelo mundo 

Eles não são novidade. Mas agora é que estão finalmente ganhando a batalha contra os combustíveis fósseis. 

Tecnologias verdes têm atraído cada vez mais investimentos, virou premissa para grandes fundos como SoftBank e BlackRock.

Mas investir em uma empresa de carro elétrico não é exclusividade de quem tem grandes fortunas. O setor está recheado de empresas dos mais variados tipos, de desenvolvimento de hardware e software a financiamento para veículo elétrico. E com ações de baixo custo. 

Por isso, antes de pensar quanto custa um carro elétrico ou como comprar, tem muita gente comprando ações de fabricantes e outras empresas que atuam no setor. 

Três empresas que prometem despontar 

Está aguçado o apetite para investir na bolsa americana em ações promissoras relacionadas a carros elétricos, não apenas nas ações da Tesla ($TSLA) - a gigante de Elon Musk, primeira montadora do mundo a fabricar uma frota 100% elétrica. 

A plataforma TipRanks elencou três empresas, a partir da premissa de ações de baixo custo e valorização potencial. 

Segundo a análise feita pela TipRanks, são ações que podem duplicar de valor ao longo dos próximos 12 meses. Conheça: 

• REE Automotive ($REE): 

Faz o design da chamada área crítica do carro, entre o chassi e a roda, trazendo mais eficiência de conexões na engenharia do veículo, e mais espaço e conforto aos passageiros. 

No início de 2021, a REE abriu capital através de SPAC (veja nosso artigo que explica o que é essa operação). E promete iniciar a produção dos chassis em massa em 2023. 

• ElectraMeccanica Vehicles Corporation ($SOLO):

Desenvolveu o veículo Solo EV, um ultracompacto de 3 rodas com lugar para apenas uma pessoa. 

carro elétrico solo EV
Fotos: ElectraMeccanica/Divulgação
imagem de carro elétrico solo EV
Fotos: ElectraMeccanica/Divulgação

O Solo EV foi feito pra circular na cidade, assim resolvendo outro problema além da poluição: o espaço ocupado no trânsito já caótico pelo excesso de veículos. E a dificuldade pra achar vaga de estacionamento, né? 

• Ideanomics ($IDEX): 

É uma fintech (startup do mercado financeiro) que financia a compra de frotas de veículos elétricos para empresas. 

Em agosto deste ano, comprou a VIA Motors, que produz caminhões elétricos. 

Mercado que voa, literalmente 

Não termina por terra. Os motores elétricos também já estão nos ares. 

A tecnologia eVTOL, Electric Vertical Takeoff and Landing (decolagem e aterrissagem elétrica vertical), já está em fase de teste em drones para transporte de passageiros. 

E também recebe fortes investimentos. Saiba tudo neste artigo especial sobre o assunto.

-

DISCLAIMER: Importante lembrar que em qualquer investimento denominado em moeda estrangeira, as mudanças nas taxas de câmbio podem ter um efeito adverso no valor, no preço ou na receita de dividendos desse investimento. Mesmo que a diversificação possa ajudar a diluir o risco, ela não garante lucros ou proteção contra perdas. Há sempre a possibilidade de perder dinheiro quando você investe em qualquer produto financeiro. Por isso, considere cuidadosamente seus objetivos e riscos antes de optar por qualquer investimento.