Conheça os chamados "dividendos aristocratas"

Tudo sobre o índice S&P 500 Dividend Aristocrats e a "nobreza" das empresas consideradas boas pagadoras de proventos aos acionistas.

Além de lucrar com a valorização das ações ao longo do tempo, outro jeito de ganhar dinheiro na bolsa é por meio dos dividendos das empresas – quando as companhias dividem seus lucros com os acionistas.

Há índices que agrupam as melhores pagadoras de dividendos - não só as empresas que pagam mais, mas também as que pagam de forma consistente.

Neste artigo, vamos falar sobre um dos maiores índices desse tipo do mercado: o S&P 500 Dividend Aristocrats.

S&P 500 Dividend Aristocrats ($SPDAUDP)

O S&P 500 Dividend Aristocrats mede o desempenho de empresas que fazem parte do índice S&P 500 e que pagaram dividendos maiores ano a ano nos últimos 25 anos seguidos.

Ou seja: para estar nesse índice, a empresa precisa:

  • estar no S&P 500;
  • ter pago dividendos todos os anos – sem falhar em nenhum! – nos últimos 25 anos
  • registrar aumento no valor dos dividendos anualmente.

No índice S&P 500 Dividend Aristocrats, todas as empresas têm o mesmo peso.

Por que "Aristocrats"?

A palavra "aristocrats" ("aristocratas" em português) significa "nobreza". Vem do grego “aristokrateia”, que quer dizer “governo dos melhores”.

As companhias que compõem o índice S&P 500 Dividend Aristocrats são conhecidas como as “aristocratas” dos dividendos porque pagam bons proventos e de forma consistente. Com esse nome, já deu pra entender: são a "nata", a nobreza das empresas que distribuem proventos.

De acordo com os últimos dados fornecidos pela S&P, datados de 28 de fevereiro de 2022, atualmente o índice possui 65 empresas.

O setor com mais peso, que representa um quinto do índice, é o setor de bens de consumo, ou consumer staples (um setor defensivo, como a gente mostrou para você neste outro artigo). Depois, vem o setor industrial e o financeiro.

Fonte: S&P

Abaixo, as dez empresas com o maior peso no índice, segundo a mesma pesquisa. Juntas, representam 17,9% do índice. São elas:

  • Nucor
  • Archer-Daniels-Midland
  • Chevron
  • General Dynamics
  • Sysco
  • Abbvie
  • People’s United Financial
  • Exxon Mobil
  • Atmos Energy
  • Cardinal Health

Ao longo dos últimos dez anos, o S&P 500 Dividend Aristocrats teve um rendimento médio anual de 14,1%, ligeiramente abaixo do registrado pelo S&P 500, que foi de 14,6%. O S&P 500 é o principal índice acionário dos Estados Unidos.

Ao mesmo tempo, o índice dos dividendos aristocratas do S&P 500 apresentou uma volatilidade um pouco menor – ou seja, oscilou menos, o que implica um risco menor.

Fonte: S&P

Em 2021, o índice teve alta de 26%. Já em 2022, acumula queda de 7,65%, seguindo um movimento de baixa das bolsas americanas.

ETF ProShares S&P 500 Dividend Aristocrats ($NOBL)

Você que acompanha os conteúdos da sproutfi já sabe que o ETF é a forma mais fácil e acessível de replicar o desempenho de um índice de mercado.

Com o S&P 500 Dividend Aristocrats, não é diferente. O maior e mais conhecido é o ProShares S&P 500 Dividend Aristocrats. Ele tem US$ 9,69 bilhões sob gestão, e a taxa de administração é de 0,35% ao ano.

Dividend Yield

Já sabemos que esse índice conta com empresas que são boas pagadoras de dividendos. Um dos jeitos de medir isso é o chamado dividend yield: os dividendos que uma empresa paga aos seus acionistas em relação ao preço das ações da companhia.

Esse indicador é medido em porcentagem (divide-se um pelo outro), e normalmente é anualizado. O mercado considera que vale a pena investir em empresas com dividend yield entre 2% e 6%. É importante lembrar que ações são voláteis e também que o desempenho passado não garante o desempenho futuro.

No S&P 500 Dividend Aristocrats, há empresas com dividend yield alto na comparação com a média do mercado.

Abaixo, confira a lista top 5 das empresas do índice com o maior dividend yield, segundo levantamento da plataforma Sure Dividend, atualizado em 14 de março de 2022:

  • IBM ($IBM): 5,3%
  • Leggett & Platt ($LEG): 4,7%
  • Realty Income ($O): 4,5%
  • Amcor ($AMCR): 4,4%
  • Franklin Templeton Investments ($BEN): 4,3%

-

Disclaim: lembre-se de que as informações fornecidas aqui são para fins educacionais e não devem ser consideradas como aconselhamento jurídico, tributário ou de investimento. Consulte um advogado ou um profissional da área sobre a sua situação específica.