As 5 classes de investimentos: saiba mais

Confira as classes de investimentos e entenda um pouco mais de cada um delas.

Neste artigo:- as cinco classes de investimentos;- imóveis, ações, renda fixa, dinheiro e mercados futuros.

O investidor da comunidade Sproutfi já aprendeu sobre ETFs, dividendos e temas de investimento disponíveis dentro do app Sproutfi. Mas o mercado de investimentos é maior e com mais possibilidades do que a renda variável. 

É possível dividir os investimentos em cinco classes principais. São elas: imóveis e ativos alternativos, ações, renda fixa, dinheiro fixo e mercados futuros.

É importante, também, deixar claro uma coisa: cada uma dessas cinco classes de ativos não tem relação direta com a outra. Ou seja: se o investimento em imóveis, a curto prazo, não der lucro ao investidor isso não significa que uma operação em mercados futuros vai fracassar. Em termos técnicos, não há uma forte correlação entre as classes. O que há é a possibilidade de diversificar o portfólio de investimentos.

Saiba mais sobre cada classe de investimento:

Imóveis

O investimento em imóveis é a primeira classe de investimentos. Não estamos falando aqui sobre a compra de um imóvel para morar – um imóvel físico só é considerado um investimento nesse contexto quando, por exemplo, há a intenção de alugar. Terrenos, apartamentos e/ou casas para aluguel, salas comerciais são exemplos de imóveis como classe de investimento.

Dentro dessa classe de investimentos, estão também os REITs (Real Estate Investment Trust), o equivalente norte-americano aos fundos imobiliários brasileiros. Por meio dos REITs é possível investir em imóveis como shoppings centers, lajes corporativos, galpões corporativos, entre outros.

Há, também, outro investimento nesta classe: ouro. Por ser um ativo físico, o ouro é considerado um investimento dessa natureza.

Ações

O tipo mais comum de investimento quando o assunto é renda variável são as ações. Dentro do mercado norte-americano, há mais de 6.300 empresas listadas na Nasdaq ou na NYSE (New York Stock Exchange) – para se ter uma ideia do que o número representa, a B3, a bolsa de valores brasileira, conta com menos de 400 companhias de capital aberto.

Há diversos segmentos de mercado disponíveis para investimento por meio de ações. Há empresas de tecnologia, de energia, financeiro, saúde… tudo a depender da estratégia de cada investidor.

Renda fixa

Investimento conhecido também no Brasil, a renda fixa também é um formato que está disponível nos Estados Unidos. Tanto que há uma série de ETFs de renda fixa disponíveis no mercado. Além disso, há títulos de governo, debêntures, que podem ser considerados da classe de investimento de renda fixa.

Dinheiro

A classe de investimento do dinheiro fixo não é deixar o dinheiro guardado embaixo do colchão. Mas trata-se de deixar o dinheiro "parado" de forma que, mesmo assim, ele se rentabilize. No Brasil, diversas contas bancárias oferecem rendimento de 100% do CDI – essa é uma forma dessa classe de investimento.

Mercados futuros

A classe de investimento de mercados futuros é abrangente. Envolve de contratos de carne de boi a commodities como milho e soja, passando por hedge funds, private equity, criptomoeda, opções etc.

É uma negociação volátil e de risco.