Ark x Berkshire: entenda a comparação e por que é relevante para os seus investimentos

A "briga" de dois gigantes vem chamando cada vez mais a atenção no mercado financeiro.

A disputa ganhou os holofotes nesse início de ano. E é uma batalha das grandes: envolve a badalada megainvestidora em tecnologia Cathie Wood e o polêmico bilionário e guru financeiro Warren Buffett. 

Trata-se da comparação entre o desempenho do ETF Ark Innovation - da gestora de investimentos Ark Invest, gerido por Wood - e das ações da Berkshire Hathaway - a holding de Buffet.

Aqui, trazemos mais detalhes sobre cada um desses ativos e uma análise do paralelo entre eles. 

ETF Ark Innovation ($ARKK)

O Ark Innovation é o principal fundo da Ark Invest - empresa americana fundada por Cathie Wook em 2014, que faz a gestão de fundos negociados em bolsa. 

O ETF aposta principalmente em empresas de tecnologia. As ações com maior peso no fundo são: Tesla (8,43%), Zoom (6,30%), Teladoc Health (6,25%), Roku (5,91%) e Coinbase (5,66%). 

O que é ETF?

ETF é um fundo que replica um índice de mercado e tem cotas negociadas em bolsa, como se fossem ações. A gente tem um artigo só sobre esse assunto.

Berkshire Hathaway ($BRK.A)

Fazendo jus à magnitude do seu dono multibilionário, a Berkshire Hathaway é um conglomerado gigante com diversas empresas pelo mundo. Começou com um grupo de fábricas de tecidos, mas hoje abraça companhias dos mais diversos setores, como moda, serviços, alimentos, bebidas, mercado imobiliário e, claro, tecnologia também. 

Leia mais: Berkshire Hathaway: a filha prodígio do pai rebelde

A Berkshire é dona de marcas como GEICO, Duracell, Dairy Queen e Helzberg Diamonds – e também tem participação em muitas empresas, como Kraft Heinz, Coca-Cola, Bank of America, Amazon e Apple.

ARK X Berkshire

O ETF Ark Innovation foi uma sensação absoluta durante a pandemia. As cotas mais que triplicaram de preço entre janeiro de 2020 e fevereiro de 2021. 

Isso porque o fundo faz apostas agressivas em empresas de alto crescimento, como a Tesla, com ações que dispararam no período. Na prática, esse ETF capturou – e capitalizou – todo o boom das empresas de tecnologia nos últimos dois anos.

Esse desempenho (mais do que fora da curva!) atraiu bilhões de dólares dos investidores. Para se ter uma ideia, em fevereiro de 2021, a Ark Invest atingiu o pico de US$ 61 bilhões sob gestão.

Mas… a canoa virou, e o bonde tech empacou. Muitas das grandes apostas de Cathie Wood começaram a perder força no ano passado e caíram ainda mais no início deste ano. Em 2022 (até 08/fev), o ARKK amarga um tombo de 25%.

Enquanto isso, as ações da Berkshire valorizaram mais de 6,5% no mesmo período. Ou seja, a curva dos dois investimentos se inverteu, mostrando uma reversão de tendência no mercado. 

Fonte: Markets Insider

Por que ARKK caiu e Berkshire subiu?

A queda do ETF Ark Innovation e a valorização das ações da Berkshire estão diretamente ligadas à taxa de juros nos Estados Unidos.

O Federal Reserve, o banco central dos EUA, sinalizou que vai subir os juros em breve. Essa perspectiva, de taxas de juros mais altas, estimula os investidores a fazerem aplicações mais seguras, deixando um pouco de lado o investimento em empresas mais inovadoras, que trabalham com maior risco.

É o caso dos negócios do setor de tecnologia. Como o ARKK é focado em empresas tech, sentiu o impacto da migração dos investimentos para ativos menos arriscados.

Buffett x Wood ou investimento em valor x investimento em crescimento

Warren Buffett e Cathie Wood têm sido frequentemente comparados porque, além de gigantes do mercado financeiro, são exemplos totalmente opostos em relação ao perfil de investidor. Warren Buffett prioriza empresas de valor, enquanto Wood aposta em empresas de crescimento.

O que são investimentos em valor

São a marca registrada de Warren Buffett. Referem-se aos investimentos em empresas mais estáveis e de setores mais perenes da economia. Não que Buffet não invista em tecnologia – inclusive, as ações da Berkshire se beneficiaram (e muito!) da supervalorização das ações da Apple nos últimos anos, por exemplo. Mas, é uma carteira muito mais diversificada e mais focada em setores mais consolidados.

O que são investimentos em crescimento

Empresas de crescimento são caracterizadas por um alto potencial de valorização, mas muitas vezes têm operações ainda deficitárias. Esses negócios, como são mais arriscados, perdem a atratividade diante da possibilidade de juros mais altos.

O que vem por aí?

Depois de um período marcado pelo desempenho bem acima da média das ações de tecnologia e outros setores de crescimento, especialistas acreditam que o mercado financeiro está entrando em um novo ciclo.

Isso porque o vislumbre, ainda que turvo, de um período pós-pandemia tem aquecido a atividade econômica e elevado a inflação ao redor do mundo. Com isso, aumentam as expectativas de que os bancos centrais subam os juros. 

E como falamos acima, isso favorece investimentos mais estáveis e conservadores. Portanto, o cenário mostra que as empresas de crescimento - entre elas, as do setor de tecnologia - devem enfrentar algumas turbulências, pelo menos no curto e médio prazo.

-

Compartilhe esse conteúdo com quem vai curtir saber mais sobre o assunto! E cadastre-se na nossa comunidade pra conversar sobre investimentos!

-

Disclaim: lembre-se de que as informações fornecidas aqui são para fins educacionais e não devem ser consideradas como aconselhamento jurídico ou tributário. Consulte um advogado ou um profissional da área tributária sobre a sua situação específica.