Levantamento exclusivo: “Aristocratas” dos dividendos com melhor e pior desempenho em maio

As 5 empresas do índice S&P 500 Dividend Aristocrats que tiveram a maior valorização e as 5 que mais caíram

Neste artigo, você vai saber mais sobre:

  • Dividendos e dividendos aristocratas
  • $SPDAUDP
  • As ações: $ALB, $XOM, $CVX, $AMC, $BEN, $TGT, $WMT, $NUE, $ESS, $PG

Dividendo é renda extra e aí não precisa dizer que todo mundo gosta, né?

Dividendos são uma parte do lucro que determinada empresa divide com os seus acionistas. 

Mas, o que determina se uma companhia é boa pagadora de dividendos não é só pagar bons proventos.

É também pagá-los de forma constante e crescente ao longo do tempo.

O índice S&P 500 Dividend Aristocrats ($SPDAUDP) agrupa exatamente esse perfil de empresa: a “aristocracia” das ações pagadoras de dividendos – a nobreza, a nata, o “crème de la crème”, chame como quiser! 

Para estar no S&P 500 Dividend Aristocrats, a empresa precisa:

Logo, esse índice é um bom crivo para o investidor; mas, claro, não deve ser o único.

Como a gente sempre diz aqui na Sproutfi, é importante analisar a saúde financeira da empresa como um todo, e não só um indicador.

Além do pagamento de dividendos, outro ponto importante para prestar atenção é o desempenho das ações da empresa.

É preciso acompanhar, dentre outros critérios, como as ações da companhia vêm se comportando: se os resultados são consistentes, se são muito voláteis (sobem e descem o tempo todo e de maneira brusca), etc.

Veja das 66 ações “aristocratas” dos dividendos do S&P 500, as 5 que tiveram os melhores e os piores desempenhos no mês de maio.

Em outras palavras, as ações que mais se valorizaram no mês e as cinco que mais se desvalorizaram.  

O levantamento exclusivo usa como base dados da plataforma Buy Inside e do Google Finance.

Também listamos abaixo o dividend yield, que é a relação entre os dividendos pagos pela empresa e o valor da ação da companhia. A data de referência desse indicador é 31/05/2022.

5 MELHORES AÇÕES

1. Albemarle ($ALB)

Retorno em maio: 35,05%

Dividend yield: 0,67%

A Albemarle é uma empresa que fabrica e comercializa produtos químicos especiais de engenharia avançada, como lítio (usado na bateria de carros elétricos), bromo e catalisadores.

2. ExxonMobil ($XOM)

Retorno em maio: 12,61%

Dividend yield: 3,61%

A Exxon Mobil Corporation é uma empresa multinacional de petróleo e gás dos Estados Unidos.

3. Chevron ($CVX)

Retorno em maio: 11,48% 

Dividend yield: 3,22%

A Chevron é outra empresa americana gigante mundial do mercado petroleiro.

4. Amcor ($AMC)

Retorno em maio: 10,46%

Dividend yield: 3,66%

A Amcor é uma empresa global de embalagens. Produz embalagens flexíveis, recipientes rígidos, caixas especiais e tampas, além de outros serviços.

5. Franklin Templeton ($BEN)

Retorno em maio: 10,13%

Dividend yield: 4,41%

A Franklin Templeton é uma empresa global de investimentos. A gestora tem sede em Nova York.

5 PIORES AÇÕES

1. Target ($TGT)

Retorno em maio: -29,20% 

Dividend yield: 2,26%

A Target é a segunda maior rede de varejo dos Estados Unidos, perdendo apenas para o Walmart. Vende alimentos, artigos domésticos, roupas, eletrônicos, entre outros. 

2. Walmart ($WMT)

Retorno em maio: -15,92%

Dividend yield: 1,78%

Fundado em 1962, o Walmart é a maior rede varejista dos Estados Unidos. 

3. Nucor ($NUE)

Retorno em maio: -14,42%

Dividend yield: 1,55%

A Nucor é a maior produtora de aço e seus derivados dos Estados Unidos.

4. Essex Property Trust ($ESS)

Retorno em maio: -13,79%

Dividend yield: 3,15%

A Essex Property Trust é um REIT queinveste em apartamentos, principalmente na costa oeste dos Estados Unidos. 

5. P&G ($PG)

Retorno em maio: -7,89%

Dividend yield: 2,51%

A Procter & Gamble (mais conhecida como P&G) é uma multinacional americana de bens de consumo, com foco em produtos de higiene e de cuidado pessoal.

-

Disclaimer: importante lembrar que em qualquer investimento denominado em moeda estrangeira, as mudanças nas taxas de câmbio podem ter um efeito adverso no valor, no preço ou na receita de dividendos desse investimento. Mesmo que a diversificação possa ajudar a diluir o risco, ela não garante lucros ou proteção contra perdas. Há sempre a possibilidade de perder dinheiro quando você investe em qualquer produto financeiro. Por isso, considere cuidadosamente seus objetivos e riscos antes de optar por qualquer investimento.