ETFs de Bitcoin: conheça as principais opções da bolsa americana

Conheça um pouco mais sobre ETFs de Bitcoin e como investir na criptomoeda por meio da bolsa norte-americana.

Neste artigo:

- ETFs de Bitcoin
- ETFs inversos
- $BITO, $BTF, $BITI

O investidor que navega no mercado norte-americano já percebeu que a oferta de ETFs é grande. E, diferentemente do Brasil, nos Estados Unidos os ETFs pagam dividendos, o que se torna algo atrativo para o investidor. Isso faz com que hajam muitas opções e oportunidades, entre elas, os ETFs de Bitcoin.

A Sproutfi disponibiliza uma série de ETFs listados nas bolsas americanas, entre eles, os principais ETFs de Bitcoin. Vale lembrar que ETF da criptomoeda não é o único "tipo" listado na NYSE e na Nasdaq. Há ETFs de REITs, ETFs que acompanham índices como o S&P 500 etc.

Acompanhe no artigo os principais ETFs de Bitcoin.

O que é um ETF de Bitcoin?

Antes de entender o que é um ETF de Bitcoin, é importante esclarecer o conceito de ETF. A sigla ETFs significa Exchange Traded Funds (em português, fundos negociados na bolsa).

ETFs de Bitcoin, portanto, acompanham o preço desta criptomoeda. É importante frisar que, diferentemente de uma bolsa de valores convencionam, que opera em dias úteis e em horários definidos, o Bitcoin e as demais criptomoedas podem ser negociadas 24 horas por dia, sete dias por semana.

Outra marca do Bitcoin é a alta volatilidade do preço. E isso se torna um prato cheio para um modelo específico de ETF, conhecido como ETF inverso.

ETF inverso: o que é isso?

Conforme explicamos, o ETF acompanha um índice específico. Vamos pegar como exemplo o $QQQ, um dos ETFs mais conhecidos do mercado e que acompanha o índice Nasdaq 100. Se o índice subir, o $QQQ se valoriza; caso o índice apresente queda, o $QQQ perde valor.

No ETF inverso, como o como diz, é o contrário: se o índice em questão tiver desempenho ruim, melhor para o investidor do ETF. É apostar na queda e não no crescimento.

Na bolsa americana, existem mais de 80 ETFs que trabalham dessa forma. E um desses ETFs invertidos é, justamente, de Bitcoin.

Os principais ETFs de Bitcoin da bolsa americana 

Vale conhecer um pouco mais de três ETFs de Bitcoin da bolsa americana: ProShares Bitcoin Strategy ETF ($BITO), ProShares Short Bitcoin Strategy ETF ($BITI) e Valkyrie Bitcoin Strategy ETF ($BTF).

$BITO

O ProShares Bitcoin Strategy ETF foi o primeiro ETF a ser disponibilizado na bolsa americana, sendo listado na NYSE em outubro de 2021. Por meio desse ETF, o investidor consegue acompanhar o crescimento do Bitcoin sem, no entanto, possuir a criptomoeda.

$BITI

O $BITI, por sua vez, é um ETF inverso. O investidor se beneficia com a desvalorização da criptomoeda. A exemplo do $BITO, também foi lançado pela ProShares. O $BITI é um ETF bem recente, tendo sido disponibilizado em junho de 2022.

$BTF

Este ETF é semelhante ao $BITO. Ou seja: acompanha o valor do Bitcoin e traz ganhos ao investidor caso a criptomoeda se valorize. Está listado na Nasdaq. Também foi disponibilizado ao mercado em outubro de 2021.

-

Disclaimer: importante lembrar que em qualquer investimento denominado em moeda estrangeira, as mudanças nas taxas de câmbio podem ter um efeito adverso no valor, no preço ou na receita de dividendos desse investimento. Mesmo que a diversificação possa ajudar a diluir o risco, ela não garante lucros ou proteção contra perdas. Há sempre a possibilidade de perder dinheiro quando você investe em qualquer produto financeiro. Por isso, considere cuidadosamente seus objetivos e riscos antes de optar por qualquer investimento.