A concorrente da Meta

O “novo Facebook” está à frente no metaverso. Mas Mark Zuckerberg tem competidores jogando muito bem.

O Facebook ficou pequeno. A grandiosidade do que está por vir fez a gigante até mudar de nome. A rede social continua com ele. Mas a Facebook Inc. ($FB), marca responsável por todas as redes da companhia (Instagram e WhatsApp inclusos, só lembrando caso alguém esqueça que, sim, é tudo do Mark), agora é Meta Platforms Inc. O novo ticker na bolsa de valores será "META" e deve mudar em 1º de dezembro.

Recentemente, anunciou o Horizon Workplace, o espaço virtual de trabalho em que você vai precisar apenas de um óculos de realidade virtual (desenvolvido também pelo Facebook, ops, Meta), para ir ao escritório. Ainda não está no ar.

O metaverso não é só um ambiente virtual hiper-realista. Ele é a nova internet. Completamente imersiva - e até assustadora nesse primeiro momento em que a gente está entendendo tudo o que ela vai ser. 

É o que está sendo chamado de mundo virtual. Mas é um mundo mesmo, com direito a casas virtuais, pra você mobiliar do seu jeito e receber amigos pra festas. Certamente, não haverá o problema do barulho para os vizinhos. 

Mas um vizinho que está, sim, fazendo barulho no ouvido da Meta é a Roblox (RBLX). A empresa se define como uma "plataforma global que une as pessoas através de diversão". Ela simula mundos virtuais, e permite que os jogadores criem seus próprios mundos e experiências. Ou seja, é um metaverso já acontecendo.

Alguns avatares da Roblox. Qual você escolhe pra te representar? Imagem: Reprodução/Roblox 

Nesse sentido, a Roblox conta com usuários que são também desenvolvedores. Eles podem não só jogar, mas também criar dentro da plataforma, como minijogos e avatares. E ganham dinheiro com isso, conforme o que criarem engajar outros usuários. É um sistema complexo, operado por machine learning.

Usuários podem criar minijogos dentro da plataforma da Roblox. Imagem: Reprodução/Roblox

Metaverso da Roblox

A Roblox tem um posicionamento diferente do Facebook em relação ao metaverso. Enquanto Mark Zuckerberg quer liderar o desenvolvimento das soluções nesse novo mundo virtual, a Roblox não quer ser a criadora de nada. E sim, quer que os usuários de seus jogos criem o metaverso junto a ela. 

E não são poucos nesse exército. O número médio de usuários da Roblox ativos diariamente no segundo trimestre de 2021 foi de 43,2 milhões, em 180 países, um crescimento de 29% em relação ao mesmo período do ano passado. 

O aumento mostra a tração potente da Roblox, já que no ano passado as pessoas estavam isoladas em casa buscando se entreter virtualmente. E, por isso, tem sido difícil para negócios digitais conseguir manter a crescente dos números - seja de usuários, seja de receita - depois do lockdown. Os resultados da Roblox são uma sinalização, de acordo com analistas, de que a demanda pelo metaverso da empresa é alta.

Há poucos dias, a Roblox anunciou novas tecnologias que vão facilitar e aprimorar as possibilidades dos desenvolvedores para criar dentro da plataforma.

No Roblox Open Cloud, os criadores têm um ecossistema de ferramentas centralizado, que faz uma integração dos aplicativos (aqui, aplicativos se referem a qualquer “coisa" criada no metaverso). Portanto, é um ambiente de criação mais rico e potente. Em outros mundos virtuais, os aplicativos são fragmentados em jogos, lojas virtuais e outros ambientes.

A empresa também apresentou melhorias nos recursos de simulação e aerodinâmica em tempo real. Isso resulta, por exemplo, em avatares, carros, aviões e cenários como um todo muito mais realistas.

“Olhando para o futuro, imaginamos que o metaverso vai continuar transformando a forma como você se conecta, cria e se expressa por meio de experiências compartilhadas. Você pode aprender sobre a Roma antiga caminhando por ruas com seus colegas, curtir shows com amigos que moram a milhares de quilômetros de distância, e promover uma atividade virtual de formação de equipes com seus colegas ao redor do mundo. Praticamente tudo que você pode fazer na vida real, você pode experimentar no Roblox”, declarou o CEO da empresa, David Baszucki.

Avatar do CEO da Roblox, David Baszucki. Em conferência com desenvolvedores, ele controlou o boneco com movimentos do seu corpo e falou, no ambiente virtual, com a sua voz real. Imagem: Reprodução/Roblox

A Roblox quer que o seu boneco no metaverso possa expressar exatamente os seus sentimentos e a sua identidade. Para isso, criou o Layered Clothing Studio (estúdio de roupas em camadas) e Dynamic Heads (cabeças dinâmicas, em tradução livre), que vai reproduzir expressões faciais e dar vida ao que hoje expressamos com emojis. 

Só vendo pra crer e entender direito, né?

-

DISCLAIMER: Importante lembrar que em qualquer investimento denominado em moeda estrangeira, as mudanças nas taxas de câmbio podem ter um efeito adverso no valor, no preço ou na receita de dividendos desse investimento. Mesmo que a diversificação possa ajudar a diluir o risco, ela não garante lucros ou proteção contra perdas. Há sempre a possibilidade de perder dinheiro quando você investe em qualquer produto financeiro. Por isso, considere cuidadosamente seus objetivos e riscos antes de optar por qualquer investimento.