O que é SPAC?

Saiba como funciona esse modelo de operação na bolsa de valores. E entenda por que é tendência.

Imagine que você quer ir ao cinema e quer convidar alguém. Mas ainda não sabe quem. Você, então, compra os ingressos. E deixa aquela cadeira guardada. Quando decide a pessoa que vai convidar, ela só ocupa o lugar. O espaço estava garantido, faltava só definir quem sentaria nele.

Em termos simples, é isso o que ocorre em um SPAC.

Foto: Patrick Weissenberger

Entendendo melhor

SPAC é a sigla para Special Purpose Acquisition Company ou Companhia com Propósito Especial de Aquisição.

Consiste numa forma mais prática para empresas ofertarem suas ações na bolsa de valores sem precisar fazer todo o processo burocrático e demorado de IPO (Initial Public Offering, ou Oferta Pública Inicial, feita por uma empresa, até então de capital fechado, que passa a ter capital aberto, ou seja, oferta suas ações de forma pública).

Funciona assim:

Um gestor financeiro recebe recursos de investidores e faz um IPO de uma “empresa de fachada”, que não tem ativos. Não é a mesma definição de “empresa de fachada” de operações ilegais, é tudo regulamentado. É de fachada nesse caso porque não tem ativos, só fica listada na bolsa. Esse gestor vai à procura de empresas promissoras para assumir a “cadeira” reservada.

Do outro lado, tem a empresa X que quer vender ações, mas tem pressa e não quer passar por todos os procedimentos regulatórios de IPO para acessar o mercado de capitais. Então, a empresa X é avaliada pelo gestor e se ele entender que ela tem alto potencial de retorno para os investidores, é feita uma fusão da empresa X com a empresa de fachada que já está listada na bolsa. Pronto, as ações da empresa X ficam públicas.

Os SPACs são feitos pelos gestores financeiros como forma de apostar em empresas ascendentes para os investidores. Esses, por sua vez, confiam na capacidade dos gestores de encontrar boas oportunidades para essas fusões.

Entendeu o que é um SPAC? Então agora conheça como ele está movimentando o mercado de ações da indústria espacial, neste artigo que preparamos sobre as empresas que estão voando mais alto.

-

DISCLAIMER: Importante lembrar que em qualquer investimento denominado em moeda estrangeira, as mudanças nas taxas de câmbio podem ter um efeito adverso no valor, no preço ou na receita de dividendos desse investimento. Mesmo que a diversificação possa ajudar a diluir o risco, ela não garante lucros ou proteção contra perdas. Há sempre a possibilidade de perder dinheiro quando você investe em qualquer produto financeiro. Por isso, considere cuidadosamente seus objetivos e riscos antes de optar por qualquer investimento.