Terca - 01/03/2022

O que você precisa saber hoje

Wall Street fecha em queda e criptomoedas disparam com conflito na Ucrânia

1. Bolsas de Nova York terminam o dia em queda

2. Por conta do Carnaval, o Brasil não teve operação

3. O Bitcoin subiu para mais de US$ 43 mil

4. O petróleo segue em alta, aos US$ 104,97 o barril

5. Trigo também em alta


O que você precisa saber

Hoje a Rússia disparou novos mísseis contra a Ucrânia. O alvo desta vez foi Kharkiv, a segunda maior cidade do país. A ONU (Organização das Nações Unidas) já fala em mais de 600 mil refugiados por conta da guerra e se prepara para que o número chegue a 4 milhões nas próximas semanas.

Amanhã deve acontecer a segunda rodada de negociações entre Rússia e Ucrânia. A primeira reunião entre os países terminou sem uma resolução sobre o conflito.

Bolsas de NY fecham dia no vermelho

O Dow Jones perdeu 1,76% e fechou o dia aos 33.294,95 pontos. O Nasdaq caiu 1,59% aos 13.532,46. O S&P 500 recuou 1,55% aos 4.306,26.

Petróleo segue em disparada

O barril de petróleo do tipo Brent avançou 7,14% aos US$ 104,97 nesta terça-feira. Já o WTI, referência de preço nos EUA, subiu 8,03% aos US$ 103,41 o barril, fechando bem acima dos US$ 100 dólares o barril.

Para reduzir o impacto das altas, a Agência Internacional de Energia (AIE) liberou 60 milhões de barris das reservas de emergência dos países consumidores.

Guerra deve influenciar na decisão do Fed

O Federal Reserve (Fed, o banco central americano) se reúne no próximo dia 16 para a próxima reunião de política e a incerteza sobre o aumento da taxa de juros após o avanço da invasão russa na Ucrânia.

Criptos sobem com continuidade da guerra

O mercado de criptomoedas segue em vasta recuperação após a invasão da Rússia na Ucrânia. Nas últimas 24 horas, o Bitcoin valorizou 5,88% e era negociado a US$ 43.800,70 no CoinDesk. O Ethereum, segunda maior de cripto, avançava 5,08%, negociado a US$ 2.948,48.

Feriado no Brasil

Em mais um dia de feriado de carnaval no Brasil, não houve operação nesta terça-feira.

Preço do Trigo sobe de novo

No sexto dia de guerra, os preços do milho e do trigo superaram os recordes aos US$ 389,63 e US$ 377 a tonelada. Rússia e Ucrânia são dois dos maiores produtores mundiais de trigo. 

-

Faça parte da primeira comunidade de investimentos da América Latina para o mercado americano! Baixe o app SproutFi, aprenda e interaja com outros investidores.