Streaming de esporte: um gol para os investidores

Entenda por que empresas que transmitem jogos, lutas e competições variadas atraem os olhares não só dos torcedores, mas dos investimentos.

O esporte é uma paixão do brasileiro. Já sabemos bem, né?

Mas não é exclusividade nossa, não. Cada país tem a sua modalidade mais popular e, portanto, a sua paixão esportiva.

E isso se reflete nos números que empresas de streaming de esportes estão alcançando. 

tom brady, jogador de futebol americano
A mira dos investidores em empresas de streaming de esporte está assim como a do astro do futebol americano, Tom Brady. Foto: Reprodução / Instagram @tombrady

Streaming de tudo 

Faz um tempo que estamos vivendo a transformação de tudo para o streaming, né? De filmes a notícias, de meditação a games. 

Ao vivo ou gravado, o que caracteriza o conteúdo de streaming é que você não faz o download do vídeo ou do áudio para o seu computador ou celular. Você os consome através da chamada difusão de dados. 

O mercado global de streaming está aquecido e atrai o olhos dos investidores.

O maior público esportivo dos Estados Unidos 

Nos EUA, o número de pessoas que assistem esportes ao vivo por streaming deve chegar a 160 milhões, em 2024, de acordo com o Statista, empresa alemã especializada em análises de mercados. Um dos principais responsáveis por esse sucesso é o futebol americano

E o período mais acelerado é justamente agora. 

A chegada da primavera aqui pelo nosso Hemisfério Sul também marca o início da temporada de campos cheios lá em cima.

E não nos referimos a campos cheios de folhas pelo outono no Hemisfério Norte. E sim, a campos - e telas - forrados de jogadores e torcedores - seja nos estádios, seja na tv ou em aplicativos, em função do começo de grandes campeonatos, como a NFL. 

Os jogos da National Football League, liga profissional de futebol americano dos Estados Unidos, vão de setembro a fevereiro, quando ocorre o Super Bowl, a final do campeonato que se tornou um grande espetáculo mundial. 

São 32 times na NFL. E milhões de torcedores. Os cinco primeiros dias de partidas este ano, de 9 a 13 de setembro, atraíram 100 milhões de espectadores, segundo relatório da liga. 

Empresas de streaming de esporte nos EUA 

Levantamento feito com ferramentas da TipRanks, uma plataforma de dados de investimentos, comparou duas grandes empresas de streaming esportivo norte-americanas: FuboTV e Dish Network

imagem de futebol americano, uma das modalidades mais populares no streaming de esporte
Streaming de esportes nos EUA: exatamente como a jogada acima, uma briga de gigantes. Foto: Reprodução / Instagram @nfl

A FuboTV ($FUBO) tem streaming não só de esportes, mas de outros conteúdos de entretenimento e também de notícias. Capitaliza o negócio através das assinaturas e de publicidade. 

No segundo trimestre de 2021, a receita da FuboTV aumentou 196% em relação ao mesmo período do ano passado, chegando a US$ 130,9 milhões.

A estimativa dos analistas era de US$ 118,9 milhões. E sempre que as previsões do mercado financeiro são superadas, é como uma comemoração de gol. 

Já a Dish Network ($DISH) oferece os serviços de tv por satélite e streaming. Ou seja, quem paga o pacote mensal de canais de tv, no modelo tradicional de tv por assinatura, tem também a possibilidade de assisti-los via streaming, pelo app no celular, por exemplo. 

No segundo trimestre de 2021, a receita da Dish cresceu 40,8% na comparação com o mesmo período de 2020, atingindo US$ 4,49 bilhões. Golaço. 

Perspectivas para o streaming esportivo 

As expectativas são de placares crescentes no mercado de streaming de esportes, segundo especialistas. Principalmente, por 3 tendências já observadas há alguns anos, e que se consolidam: 

  • Migração da audiência da tv para aplicativos de streaming
  • Marcas alocando fatias cada vez maiores da verba de publicidade nas plataformas de streaming
  • Apostas online no mercado desportivo

Conheça outras empresas e setores que estão despontando no mercado de ações dos Estados Unidos.

-

DISCLAIMER: Importante lembrar que em qualquer investimento denominado em moeda estrangeira, as mudanças nas taxas de câmbio podem ter um efeito adverso no valor, no preço ou na receita de dividendos desse investimento. Mesmo que a diversificação possa ajudar a diluir o risco, ela não garante lucros ou proteção contra perdas. Há sempre a possibilidade de perder dinheiro quando você investe em qualquer produto financeiro. Por isso, considere cuidadosamente seus objetivos e riscos antes de optar por qualquer investimento.