O que é layer 2 em blockchain?

Entenda a diferença entre camada 1 e camada 2 em criptoativos.

O que é layer 2? 

A layer 2 - segunda camada em português, também chamada de rede secundária - consiste em camadas da blockchain que processam transações e geram novas transações com uma velocidade superior.

Uma das características da layer 2 são as taxas mais baratas em comparação com a layer 1 - esta conhecida como "cadeia principal", que define Bitcoin e Ethereum, por exemplo.

Em outras palavras, a layer 2 é uma estrutura ou um protocolo secundário que atua numa blockchain existente, sendo que esta é conhecida como layer 1.

Interessante notar que a layer 2 é um canal criado na layer 1, em determinados períodos temporais, consistindo num resumo de transações que é adicionado à layer 1, de modo que as transações realizadas na blockchain são validadas antes de serem concluídas na layer 1.

Ademais, constantemente, a layer 2 tem novas atualizações e soluções com o objetivo de tornar a cadeia de transações mais eficiente e rápida, motivo pelo qual se faz necessário informar ao criptoinvestidor os tipos de layer 2:

  • Sidechain
  • Plasma chain
  • State channel
  • Rollup

Entenda cada tipo de layer 2 

As sidechains corriqueiramente são consideradas como sinônimos da layer 2, por apresentarem similaridade quanto ao funcionamento de uma rede independente à layer 1, pois na sidechain, assim como na layer 1, existem os respectivos validadores e métodos de consenso para a geração dos blocos, possibilitando a existência de um blockchain seguro - como, por exemplo, o polygon.

Enquanto isso, na plasma chain, há a criação do próprio algoritmo de consenso e geração dos blocos de transações, de modo que periodicamente o smart contract compacta um bloco de transações na rede Ethereum.

Já na state channel, o criptoativo é depositado na rede Ethereum, momento em que é aberto um canal, cuja operacionalização se dá por meio de tickets que são assinados da layer 2. Quando concluídos, são assinados na layer 1. Dessa forma, o state channel pode ser bidirecional ou multidirecional, se houverem outros canais abertos e disponíveis.

O rollup remete constantemente os blocos para a layer 1, porém o prazo de validação das transações pode levar até sete dias, período no qual as transações podem ser questionadas. Por isso, é constituído um fundo com todos os recursos das transações. Assim, se a transação for concluída no prazo, há a confirmação dela e os valores que permaneceram nos fundos são enviados ao destino.

Qual a contribuição da layer 2 para o ecossistema? 

A camada 2 possibilita à camada 1 realizar transações em escala sem provocar qualquer interferência na estrutura ou no protocolo da layer 1. Assim, o ecossistema se beneficia de transações em escala, porque atende uma gama maior de criptoinvestidores, que realizam inúmeras transações diariamente.

Isso possibilita maior bem-estar econômico para todos que atuam no ecossistema.

-

Disclaim: lembre-se de que as informações fornecidas aqui são para fins educacionais e não devem ser consideradas como aconselhamento jurídico, tributário ou de investimento. Consulte um advogado ou um profissional da área sobre a sua situação específica.