Guia rápido: impostos sobre investimentos no exterior

Tire as 4 dúvidas mais comuns quando o assunto é investir nos EUA. E saiba os 3 passos principais em relação aos rendimentos. Explicações simples e certeiras elaboradas pelo time de especialistas em finanças e investimentos da SproutFi.

Quando a gente fala sobre investimento, é inevitável ter dúvidas, pensar em taxas e burocracias, e lidar com a insegurança em relação a leis e declaração dos ganhos.

E a gente está sempre muito atarefado pra parar e entender melhor tudo isso, né? Aí acaba deixando rolar e, com isso, às vezes, pagando taxas desnecessárias ou deixando de investir, travando resultados financeiros que poderiam ser mais promissores. 

A melhor maneira de resolver isso - não adianta - é buscando conhecimento. Mas tem como aprender de um jeito simples, sem precisar assistir vídeos longos ou ler textos difíceis. 

Por isso, dá play no vídeo abaixo ou segue a leitura, pra resolver de uma vez por todas as questões mais básicas sobre como investir nos Estados Unidos, com esse conteúdo especial desenvolvido pelos especialistas da SproutFi em finanças e investimentos.

Investir nos EUA como estrangeiro: esclarecendo 4 dúvidas principais de um jeito simples

Você sabe como fazer investimentos nos Estados Unidos? Conhece alguém que investe lá? É ainda um cenário novo pra muita gente. E pode estar cheio de ideias equivocadas, que empacam os seus rendimentos. Por isso, a gente vai desmistificar as principais:

Investimento de estrangeiros nos EUA é legalizado?

Sim, investir nos Estados Unidos é um procedimento legal para quem não é americano. Não existe nenhuma lei que proíbe investimento de estrangeiros nos EUA.

Lembrando que é nos Estados Unidos que ficam duas das maiores bolsas de valores do mundo: Nasdaq e NYSE (Bolsa de Nova York).  

Preciso ser cidadão norte-americano para investir em ações nos EUA?

Não, você não precisa ter o passaporte americano, nem o Green Card, para investir nas bolsas de valores dos Estados Unidos.

Preciso apresentar uma declaração de imposto de renda (IR) nos Estados Unidos?

Não, você não tem que fazer declaração de imposto de renda nos EUA só porque você investe em ações lá. Exceto para investidores internacionais que são donos de algum negócio nos Estados Unidos, não é preciso apresentar declaração de IR.

Investir no exterior dificulta a declaração de impostos no meu país de origem?

Não! Essa é uma das ideias mais erradas em relação a investimentos em outro país. Se você já investe, a declaração de imposto de renda, em qualquer país da América Latina, permanece basicamente a mesma que você já fazia antes de investir lá fora. A principal diferença é que você vai precisar acompanhar as taxas de câmbio.

E você sabia que tem país da América Latina que inclusive dá benefícios fiscais para quem investe no exterior? No Brasil, por exemplo, as vendas de ações brasileiras num valor de até R$ 20 mil por mês (podendo ser uma ação apenas ou, por exemplo, 4 ações vendidas no valor de US$ 5 mil cada uma) estão isentas de imposto de renda. Já para quem investe no exterior, o limite para isenção sobe para R$ 35 mil. Legal, né?

3 coisas que você precisa saber - e que o governo também quer saber 

1. Esteja informado sobre o total mensal dos seus ganhos de capital. 

Verifique todos os meses, mesmo que numa conferida rápida, como seus investimentos estão performando. Em geral, as corretoras enviam extratos mensais com essas informações. Veja o exemplo abaixo:

Durante o mês, você comprou uma ação da ABC Company por US$ 50. No fim do mês, você vendeu essa ação por US$ 60. Se essa ação for a única que você vendeu, no seu relatório mensal, vai constar o ganho de capital realizado no valor de US$ 10.

2. Esteja informado sobre quanto recebeu em dividendos. 

Muitas empresas dividem uma parte dos seus ganhos entre os acionistas, ou seja, pagam os chamados dividendos para quem tem ações delas. As corretoras devem fornecer essas informações.

Veja abaixo um exemplo de informações que constam em um relatório mensal de corretora que opera os investimentos de pessoa física:

Dezembro 2020
Data             Tempo   Descrição                     Quantia     Caixa Líquido
12/31/2020    15:03:22   DIVIDENDO ($ABCC)     $1.00           $1.00
12/31/2020    15:03:23   TAXAS ($ABCC)               -$0.30          $0.70

Traduzindo:

No final do ano, a ABC Company ($ABCC) pagou aos acionistas um dividendo de US$ 1 por ação. E você possui uma ação da ABC. O governo do país onde você vive exige que você informe os dividendos brutos e líquidos recebidos. E é simples: os dividendos brutos que você recebeu foram no valor de US$ 1. Já os dividendos líquidos foram de US$ 0,70. E os impostos foram de US$ 0,30.

3. Esteja informado sobre os detalhes da sua conta ao fim de cada ano.

Esse passo também é simples. E só estar por dentro de quantas ações de cada empresa você possui. Você deve rastrear isso não apenas para cumprir a burocracia do governo, mas também para garantir o sucesso dos seus investimentos. 

O governo usa essas informações para checar se os dados dos relatórios mensais da sua carteira de investimentos batem com o seu relatório anual. Mas não há nenhum mistério aqui. Às vezes, a linguagem técnica de um relatório de corretora pode assustar.

Além disso, os órgãos reguladores exigem que as empresas financeiras declarem isenções de responsabilidade, o chamado disclaim (como também fazemos abaixo), o que às vezes pode gerar receio ou confusão.

Mas não há por que se preocupar. Se você seguir essas dicas básicas, está no caminho certo!

-

DISCLAIMER: lembre-se de que as informações fornecidas aqui são para fins educacionais e não devem ser consideradas como aconselhamento jurídico ou tributário. Consulte um advogado ou um profissional da área tributária sobre a sua situação específica.