Feliz Dia do Orgulho Geek!

Juntando o amor à força Nerd com o amor aos investimentos 🤓😋

Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante, ser chamado de geek era quase um xingamento, né?

Era tachar alguém de "esquisito".

No Brasil, o termo que melhor traduz geek é outra palavra em inglês: nerd (em inglês, sinônimo pra geek).

Basicamente (sem generalizações ou simplificações), nerds são amantes - e entendidos - de tecnologia, games, ciências exatas, enfim, de tudo o que, agora, é cool, hype.

Mas custou alguns anos de "marketing pessoal" para que os nerds triunfassem sobre o preconceito e se apropriassem do rótulo da melhor forma.

Ajudou o fato de que, nessa "era da internet", o Vale do Silício - a meca da inovação - foi construído por eles.

Para ilustrar, sugerimos googlar o seguinte verso:

“O nerd de hoje é o cara rico de amanhã.”

A frase virou um hino da nação nerd no Brasil dos anos 2010.

Vem de uma música, que conta o seguinte: enquanto o cara “gostosão” ainda engatinha na faculdade, o “nerd já ganha em dólar no Vale do Silício”.

O fato é que, já tem um tempo, o geek é exemplo. Um desejo de ser ("wannabe").

No mundo conectado, cada vez mais gente passa a se identificar como tal (ou quer, em algum nível), seja na roda de conversa, seja no mercado de trabalho.

Investimento geek

No mercado financeiro, os geeks imprimem a sua digital (e uma baita digital) através das ações de big techs: Google, Apple, Facebook, Amazon e Microsoft.

As 5 gigantes de tecnologia até formam o acrônimo famoso no mercado: GAFAM.

Mas tem outra sigla que chegou ao mercado de ações em 2019 que também reflete o domínio nerd com todas as letras, literalmente: ETF NERD.

Sim! Tem um ETF chamado NERD.

ETF NERD

O Esports & Digital Entertainment ETF ($NERD) é um fundo de investimento temático, desenvolvido para expor investidores ao crescente mercado de jogos eletrônicos, muitos dos quais já viraram, de fato, modalidades esportivas, com campeonatos nacionais e internacionais.

O autor do ETF é uma empresa americana sediada em Nova York, focada em investimentos temáticos e para setores bem específicos.

O $NERD tem US$ 38 milhões em valor de mercado e é negociado na NYSE Arca, a primeira bolsa americana de valores eletrônicos, que desde 2006 foi absorvida pela grandiosa New York Stock Exchange.

  • A grandiosidade da NYSE pode ser traduzida em um dado. Caso você, amigo investidor (nerd ou não), não saiba: a NYSE responde por mais de 80% do S&P 500.

Esse ETF geek não faz parte do índice das 500 maiores ações dos EUA, mas tem um índex para chamar de seu.

O fundo $NERD segue o índice homônimo, da mesma empresa americana, composto por empresas globais ativamente envolvidas nas indústrias de esportes eletrônicos (os chamados e-sports - esports, sem o hífen em inglês) e de entretenimento digital.

Essa classificação inclui, por exemplo, operadoras de serviços de streaming, companhias de hardware, distribuidoras de games, e empresas responsáveis por ligas e torneios de esportes eletrônicos.

Só pra se ter uma ideia, a audiência dos e-sports deve atingir 646 milhões de expectadores até o ano que vem.

Isso representaria uma taxa de crescimento anual composta de mais de 10%, entre 2018 e 2023 (dados da consultoria NewZoo, que há uma década acompanha o mercado).

Então, aos nerds, eis uma oportunidade de fazer florescer ainda mais o mundo geek (e, quem sabe, ganhar dinheiro com esse crescimento?).

E também aos geeks-wannabe, uma oportunidade pra se juntar aos bons! Senão pelo amor à cultura geek, por amor aos investimentos.

Lembrando que, geek ou não, não tem como prever nenhuma rentabilidade. Este artigo não é um aconselhamento de investimento. É só uma homenagem da Sproutfi aos geeks que compõem o nosso time - e a todos os geeks que estão na comunidade! 🤓